Logotipo Trilevada

Criação de logotipo para banda de mpb.

Curiosidades

O diretor de cinema (português brasileiro) ou realizador (português europeu) também chamado cineasta é considerado, em termos gerais, o criador da obra cinematográfica. Ainda que o seu papel seja diferente consoante o realizador em causa (que além de estilos diferentes, têm estratégias de trabalho igualmente diversas), o trabalho do diretor de cinema, ao supervisionar e dirigir a execução das filmagens, utilizando recursos humanos, técnicos, dramáticos eartísticos inclui:

  • A definição da orientação artística geral que caracterizará o filme no seu todo;
  • A análise e interpretação do roteiro do filme, adequando-o à realização cinematográfica;
  • A direcção das interpretações dos actores, tanto sob um ponto de vista técnico (colocando-os em determinado local e enquadramento) como de um ponto de vista dramático, solicitando o género de emoção pretendida para a personagem;
  • A organização e seleção dos cenários do filme;
  • A direção dos meios técnicos (sonoplastia, iluminação, enquadramento);
  • Escolha da equipe técnica e do elenco (em alguns casos, apenas);
  • Supervisão dos preparativos da produção;
  • Escolha de locações, cenários, figurinos, cenografia e equipamentos;
  • Direção e supervisão da montagem, dublagem, confecção da trilha musical e sonora (ou banda sonora)
  • Processamento do filme até a cópia final;
  • Acompanha a confecção do trailer

Trailer é um videoclipe criado para anunciar um filme, série, seriado, jogo eletrônico ou uma outra publicação.

Cinema

Um “trailer” de filme costuma apresentar as cenas escolhidas com frases de efeito superpostas às cenas ou com um narrador motivando o espectador a assisti-lo. Trata-se então, também, de um “teaser” destinado a atrair a atenção do público alvo a comparecer na exibição do filme completo onde muitas vezes tem ainda o intuito de não só aumentar o interesse do público em assisti-lo, mas gerar um grande interesse pelo lançamento e um recorde de comparecimento já no dia de sua estreia.

O teaser (em inglês “aquele que provoca” (provocante), do verbo tease, “provocar”) é uma técnica usada em marketing para chamar a atenção para uma campanha publicitária, aumentando o interesse de um determinado público alvo a respeito de sua mensagem, por intermédio do uso de informações enigmáticas no início da campanha.

Utilização

A técnica é utilizada, muitas vezes como um dos recursos iniciais de uma campanha publicitária. Através de uma pequena peça, veiculada por qualquer mídia publicitária, seja em rádios, jornais, revistas, “outdoors“, televisão, internet ou outros meios, procura-se levar o público alvo a interrogar-se sobre a mensagem que pretende ser passada, interessando-se pela continuação do tema. Posteriormente, na continuação da campanha, o assunto é esclarecido.

O teaser pode ser utilizado, por exemplo, como parte inicial do “mix de comunicação” do lançamento de um novo produto no mercado, criando uma determinada expectativa a seu respeito. O conteúdo da peça tem o intuito de gerar no publico indagações como: “o que será?”, “que produto é esse”?

Na midia eletrônica, o teaser é aplicado, por exemplo, através da implantação de uma tela, em um novo portal eletrônico, com o objetivo de gerar interesse em conhecer um projeto novo, ou novo serviço que esta por vir. Pode ser também comumente encontrado aliado a outras técnicas, como por exemplo a de marketing viral.

Em publicações online, como blogs, jornais e revistas eletrônicas, o termo teaser se refere ao trecho de texto que é apresentado antes da tagmore“, devendo o leitor clicar em um link ao final do teaser para ter acesso ao texto completo. Este recurso normalmente é usado para permitir ao leitor acessar somente os textos que lhe interessam, sem ter que carregar para seu computador conteúdos que não pretende ler ou visualizar, poupando tempo e tráfego de internet.

Na indústria fonográfica, um teaser é mencionado quando um artista ou banda disponibiliza um trecho de uma nova música ou single que, por padrão, possui 30 segundos de duração. Dessa forma, os fãs são atraídos pela parte da canção divulgada e incentivados a comprá-la na íntegra após o lançamento.

É comum também, antes de espetáculos ou eventos específicos, ver a técnica sendo utilizadas com o uso de impressos gráficos, que chamam a atenção do público para comparecer ao evento.

Um trailer de um filme costuma apresentar cenas escolhidas, com frases de efeito superpostas às cenas ou um narrador, motivando o espectador a assisti-lo. Trata-se então, também, de um “teaser” destinado a atrair a atenção do público a comparecer na exibição do filme completo.

Um outro exemplo vem nas novelas. Antes da novela ser estreiada passam teasers (como as chamadas de elenco e de estreia).

Outdoor é a designação popular de um painel de mídia exterior, de grandes dimensões, sobretudo em placas modulares, disposto em locais de grande visibilidade, como à beira de rodovias ou nas empenas de edifícios nas cidades.[1] A palavra outdoor é de origem inglesa e, em inglês, tem sentido totalmente diverso do seu significado em português. Billboard ou hoarding (hoarding é billboard em ingles britânico) são as palavras inglesas para qualquer propaganda (painel, letreiro luminoso, letreiro em parede, muro etc.) exposta ao ar livre ou à margem das vias públicas. Contudo é importante ressaltar que existem padrões, e nem toda mídia exterior é comercialmente chamada de outdoor. Painéis rodoviários, empenas, bandeiras, lonas, frontlights, backlights e totens, são outros exemplos de mídia exterior, popular e erroneamente chamadas de outdoor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

limpar formulárioPostar Comentário